I EXPOCHITAS – FEIRA CULTURAL DA ECONOMIA SOLIDÁRIA

Em 2001, no dia 25 de janeiro, quando houve a realização do I Fórum Social Mundial, 1500 pessoas se acotovelaram em uma das Oficinas chamada: “Economia Popular Solidária e Autogestão, a partir do interesse em organizar e articular um Fórum Internacional sobre Economia Solidária criou-se uma necessidade de elaborar um Grupo de Trabalho em articular os interesses da Economia Solidária.

No ano de 2002, foi lançada uma carta aos Brasileiros “Economia Solidária uma Estratégia de Política ao Desenvolvimento”, na qual foi criada a “Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho”.

É uma forma de produção que visa à sustentabilidade, autogestão, independência e equidade entre os grupos produtivos. É feita de forma autogestionada, solidária e participativa.

Nesse sentido, a Economia Solidária atua desenvolvendo uma perspectiva criativa e se mantém através das atividades autogestionadas. Atua de forma positiva a desenvolver em seus componentes uma proposta de trabalho menos alienante na medida em os seus integrantes desenvolvem seus trabalhos dentro de um universo produtivo e social no qual estão inseridos.

Os grupos variam das mais diversas atividades e por isso a Economia Solidária é formada por artistas, músicos e artesãos, pessoas que movimentam e estão inseridas no mercado cultural. A Economia Solidária surgiu como uma alternativa a crise do capitalismo e tende a proporcionar aos seus componentes mecanismos de não exploração do trabalho, sendo todos os componentes sócios dos empreendimentos.

Nesse sentido proporcionar a manutenção e o fortalecimento das feiras da Economia Solidária são de suma importância para a compreensão das políticas culturais no município. Em destaque, ressaltamos uma feira produzida pelas artesãs de Jaboatão Centro, a I Expochitas que vem destacar a produção de variados produtos a partir da chita como forma de conservar e manter viva a tradição cultural de produtos feitos a partir deste tecido. A Feira contou com mais de 15 barracas, expondo produtos que vão desde utensílios domésticos as mais variadas bijuterias, todos produzidos a partir da chita. O evento foi realizado na Casa da Cultura localizado em Jaboatão Centro/PE.

Nesse sentido a I Expochitas vem destacar e valorizar a cultura local da região reconhecendo e relembrando a nossa história, construindo novos saberes e reinventando novas linguagens a partir de uma nova perspectiva que visa, incluir essa produção dentro de um novo contexto social e cultural, resgatando os princípios pensados pela Economia Solidária, desde o momento de seu surgimento, no momento da criação dos Fóruns e dos princípios norteadores da Economia Solidária no Brasil.